terça-feira, 22 de março de 2016

Restaurantes de Florianópolis 2

Voltei a Florianopolis para visitar a família, e como aproveito estas viagens pra lá para ir a alguns restaurantes, vou dar a vocês,  minhas impressões  sobre eles.

Restaurantes recomendados:

Voltei ao Samburá, que se localiza próximo à Sto Antônio de Lisboa, na estrada Caminho dos Açores 1152 (fone: 3235-1293). É um restaurante simples, bem típico, daqueles que dá para provar a comida tradicional da ilha. Desta vez, pedimos 2 pratos, que serviram 5 pessoas:
Camarão a milanesa e um congrio rosa ao molho de camarão, ambos deliciosos!

Pizzaria Forneria Catarina (48)3236.0633, na av. Madre Benvenuta em Santa Mônica. Com pizzas bem feitas e criativas e o ambiente agradável, esta pizzaria, além das pizzas, oferece um chope bom e entradas igualmente gostosas.

Conheci também A Villa Maggioni, que também fica na lagoa da Conceição, rua Canto da Amizade 37 (fone: 3232-6859).  Um lugar agradável onde vista da lagoa é bonita. Achei os pratos gostosos, mas os preços um pouco salgados. Pedimos mini polvo com risotinho e ravióli.

Fui duas vezes ao Rosso, que fica num lugar bonito, à beira mar, na Rodovia Gilson da Costa Xavier, nº201 , em Santo Antônio de Lisboa (fone 3206-7665).

Lá cultuam muito o chef Alysson Müller. A revista Forbes do Brasil elegeu seu polvo como o rei do polvo. Particularmente achei o serviço demorado e um pouco caro. Pedi uma lula ao pêsto, muito cheia de ingredientes que não combinavam entre si. Não acredito nestas misturas sem critérios.
O polvo que escolhi foi com mel, limão e gengibre, que custou R$138,00. Um pouco caro. Não justifica!

Por fim fui ao almoço executivo do Artusi, que fica na rua Bocaiuva 2090, centro (fone 3037-2228) e tem o mesmo chef do Rosso.

O ambiente do restaurante é requintado, amplo e arejado e o almoço executivo composto de entrada, prato principal e sobremesa, ao preço de R$44,00.

Como entrada pedimos uma saladinha, que estava correta. Como prato veio um nhoque de batata, com filé e molho de cogumelos, meio sem graça.

O prato alternativo seria um frango. Perguntei se não tinham opção de fruta para sobremesa, mas me disseram que não. Pedimos duas cervejas que encareceram bem a conta. Achei o preço compatível com os produtos usados.


Restaurantes mais simples:

Fui à Casa do Chico, na Lagoa da Conceição, que fica na Av. das Rendeiras 620 (fone: 3204-4495). Apesar da decoração simpática, achei a comida um pouco pesada. Lá provei: Camarão à paulista e congrio rosa à belle meuniere.



Casa de show e restaurante: La Guirlanda, av Madre Benvenuta 1572, Sta. Mônica (fone 3028-8728). Esta é uma creperia com música ao vivo de bom gosto, com um couvert artístico a R$10,00.  Além de crepes eles servem galettes feitas com trigo sarraceno. O interessante que o que eles chamam de crepes são os doces.

As Galettes são bem feitas, mas a que pedi tinha creme de leite no molho, não aprecio.

Estas foram as dicas desta minha recente viagem a Floripa! Na próxima trago mais!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os vinhos deliciosos da Península de Setúbal, Portugal

A comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRSP) promoveu um encontro em São Paulo, em junho de 2019, para apresentar os vin...