quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Sul da Toscana

Em 2016, na minha viagem para a Itália, ainda na região da Toscana, resolvi alugar uma casinha no campo. Meu objetivo em me hospedar ali era estar perto da vinícola Siro Pacenti, em Montalcino que eu iria visitar. Também desejava conhecer algumas cidades: Pienza, Bagno Vignole e Montepulciano.

A minha casinha no campo ficava numa serrinha, perdida no mundo!

Nunca tinha estado nesta região e já conhecia as estradas da Toscanas, que por sinal, são bem calçadas, mas na sua maioria, são estreitas, cheias de curvas e sem acostamento. Isto nos faz levar mais tempo do que calculamos para nos deslocarmos.

Esta casa foi alugada pelo AirB&B  e ficava num bosque de castanhas. Ela era usada antigamente, para armazenar e assar as castanhas.

Depois de uma reforma de muito bom gosto, a casa ficou um charme, com sala e cozinha no térreo, além de um banheiro e saleta, bem a frente. Na parte superior, com piso de madeira, ficavam dois quartos, sendo que  um bem amplo e gracioso, onde ficamos.

A decoração da casinha campestre era de muito bom gosto e de cada janela avistávamos uma bela vista!

A casinha se situava próxima à cidadela de Seggiano e para localizá-la, contamos com a ajuda de  Silvia, uma amiga da proprietária Luiza, que nos levou até lá. Sem esta guia seria impossível achar a casa.

No caminho almoçamos em Seggiano, no restaurante Antigo Borgo. Perguntamos se eles tinham algum prato com trufas e eles nos ofereceram este menu:

Macarrão com trufas e Funghi Porcini (que nem constava do cardápio) e Macarrão com presunto cru e sálvia.

Isto foi acompanhado pelo delicioso vinho local: Podere Montale.

Como sobremesa, pedi uma torta de la nonna, muito gostosa!

É incrível como em qualquer cidadela da Itália se come bem e barato!

Nesta cidade de seggiano vimos uma cena inusitada enquanto almoçávamos: um caminhãozinho resolveu passar por um beco estreito, pois há muitos destes pela Europa , e ficou manobrando muito tempo até conseguir realizar tal façanha. Coisa de italiano cabeça dura.

Após o almoço fomos para nossa casinha no campo, viver a vida local um bocadinho.

Apesar da dificuldade de locomoção, nesta passagem pela Toscana, vivemos experiências inéditas nestes dias ali vividos, como por exemplo: acordar pela manhã e colher figos no quintal.

Num dos dias que passeei pelo bosque, encontrei uma senhorinha simpática catando castanhas para assar. As pessoas neste local se conhecem e tem uma vida pacata e camponesa.

Numa das noites que estávamos com preguiça de sair, paramos numa cidade próxima à Seggiano e compramos frios e antepastos para comermos a noite.

Fizemos então um lanche e o acompanhamos de um Brunello de Montaltino, adquirido na estrada, por 16 euros. Tudo a preço de banana!

Esta foi nossa última noite na casinha pois no dia seguinte viajamos para Roma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os vinhos deliciosos da Península de Setúbal, Portugal

A comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRSP) promoveu um encontro em São Paulo, em junho de 2019, para apresentar os vin...