domingo, 15 de abril de 2018

Restaurante Fito, de comida brasileira, do baixo Pinheiros

Cada vez mais podemos notar o  aparecimento de restaurantes que trabalham com produtos nacionais e que fazem preparações cuidadosas.

Um destes casos trata-se do restaurante Fitó, que fica na rua Cardeal Arco Verde 2.773, (fone: 3032-0963). Ele é um restaurante um pouco difícil de achar, pois fica no trecho baixo da Cardeal Arcoverde, depois do largo da Batata.

Ainda que sua localização não seja das mais fáceis, o Fitó é mais uma boa opção desta nova moda que vem acontecendo no baixo Pinheiros. Perto dele, ainda temos o Maria Farinha e o asiático Mica.

O local do restaurante Fitó é pequeno, mas sua decoração é moderna e de bom gosto, ainda que o local seja um tanto barulhento, pois quase tudo lá é concreto aparente.

O nome do restaurante, Fitó vem do apelido da chefe Cafira Foz, que é originária do Piauí, região do árido nordestino.

Logo na entrada fui recebido por Morena, que é uma recepcionista bem simpática.

O menu do Fitó é pequeno, apenas com seis pratos e quatro petiscos, além dos pratos oferecidos no dia.

Estive lá duas vezes para almoçar e sempre optei pelo prato do dia. Numa das vezes pedi, como entrada, o bolinho de costela, que é feito de carne de porco empanada no panco, servido com geléia de pimenta da casa (6 unidades), uma delícia! (R$15,00).

Os pratos que experimentei foram:

Prato da sexta feira: Peixe na tapioca: pescada empanada na tapioca, vinagrete de feijão fradinho, maionese, coentro e arroz. Achei o prato delicioso e ele custou R$29,00.

Prato da quarta: Costelinha de porco temperada com especiarias e pincelada de geléia de taperabá e acompanhada de legumes do sertão refogados (maxixe, abóbora, quiabo, batata doce). A costela estava suculenta e com muita carne. Achei os legumes pouco temperados e eu particularmente não gosto de abóbora, em pratos salgados. Custou R$29,00.

Provei também o Bolo de chocolate belga, com calda de cupuaçu e nibs de cacau (chocolate meio amargo Callebaut) , que estava divino! O tamanho da porção é exagerada.

Junto com todos os pratos do dia, é servida uma saladinha com uma rodela de carambola que é muito gostosa.

Pretendo voltar ao restaurante, inclusive para provar a Paçoca de carne de sol da casa, com farinha de mandioca, manteiga de garrafa, servida com baião de dois, banana da terra e queijo de coalho grelhado. Este prato não faz parte do menu do dia e custa R$35,00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os vinhos deliciosos da Península de Setúbal, Portugal

A comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRSP) promoveu um encontro em São Paulo, em junho de 2019, para apresentar os vin...